menu

5 dicas para elaborar um diagnóstico de marketing digital completo e eficiente

12 de julho de 2017

O diagnóstico é a etapa que antecede ao planejamento de marketing digital. Ele é importante porque vai mostrar a você e sua equipe quais são os comportamentos e hábitos do público dentro do ambiente. Também mostrará se sua empresa aparece ou não nas interações desse público (mesmo que ela ainda não esteja inserida por lá).

Além disso, o diagnóstico de marketing digital permite uma avaliação minuciosa das expectativas dos consumidores e das ações dos concorrentes. Por meio dele, é possível tirar lições valiosas para implementar seu planejamento e já começar acertando.

Selecionei algumas ferramentas que utilizo em meus diagnósticos de marketing digital. Confira e aproveite para complementar o seu também!

1. Pesquisa de mercado com clientes em potencial

É importante fazer uma pesquisa para entender o que seus consumidores em potencial pensam sobre o seu produto ou serviço. Por meio dessa pesquisa, você também pode descobrir seus interesses, hábitos de consumo, canais em que mais buscam informações do mercado, entre outras possibilidades.

Faça um questionário com perguntas essenciais, não invasivas e estratégicas e envie a grupos selecionados, com perfil do público-alvo da sua empresa, solicitando que respondam.

Para criar o formulário, eu costumo usar o Google Docs., mas há diversas ferramentas para criação de pesquisas online, como o SurveyMonkey, por exemplo. Uma simples pesquisa no Google já apresenta todas as possibilidades.

As respostas obtidas nessa pesquisa trarão ideias, inspirações e revelações valiosas que poderão ser utilizadas no próprio diagnóstico e, principalmente, no planejamento e execução do trabalho.

2. Benchmarking como fonte de inspiração

O benchmarking é uma pesquisa sobre a atuação de seus concorrentes dentro do ambiente digital. Pesquise seus concorrentes diretos, mas também considere aqueles “desconhecidos” por você, que aparecem nas primeiras posições de pesquisa sempre que o consumidor digita uma palavra-chave sobre seu negócio ou produto.

Avalie os pontos positivos e negativos da atuação dessas empresas e tire lições para aplicar em seu negócio. Comece com um trabalho já redondo, com mais acertos do que erros. Aliás, essa etapa deve ser repetida periodicamente, para que seu planejamento seja atualizado e não fique para trás.

3. Nuvem de palavras-chave

Descubra as palavras-chave que mais se relacionam com o produto ou serviço que você oferece. Pesquise-as no Google e nas redes sociais e avalie se elas apresentam um volume considerável nas buscas.

Caso a resposta seja negativa, pesquise palavras relacionadas a essas, sinônimos e termos similares, até encontrar aquelas que oferecem melhor vantagem competitiva para o seu negócio.

Faça uma nuvem de palavras e deixe-as em destaque no seu diagnóstico, para que você, ou sua equipe de marketing, sempre tenha acesso e trabalhe com elas em todas as etapas da comunicação digital.

4. Análise Swot e Canvas

Descobrir as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças da sua empresa, no ambiente digital, também é uma estratégia que agrega valor ao diagnóstico e aponta caminhos mais corretos para a execução do trabalho. Não abra mão da análise Swot nessa etapa e vá para o planejamento com mais segurança e foco.

O Canvas é um quadro com estratégias definidas do negócio. Ele traz as definições de valores da empresa, apresenta os públicos-alvo, os parceiros-chave, os canais e uma infinidade de informações que são valiosas também na estratégia de marketing digital.

Se sua empresa ainda não possui o modelo Canvas, aproveite o diagnóstico de marketing digital para criá-lo. Ele será útil não só na parte de comunicação digital, mas em todo o negócio.

5. Mapa de empatia e estruturação de personas

Conhecer o cliente é fundamental. O mapa de empatia poderá ser construído com base nas respostas do formulário (primeiro item mencionado aqui) de outras pesquisas e até mesmo da sua experiência e da sua equipe, em relação aos clientes que vocês atendem.

Quanto mais específico e mais respostas ele oferecer, melhor e mais eficiente será. Essa ferramenta vai ajudar você a entender de forma mais satisfatória os anseios do público e a preparar um conteúdo e um atendimento adequado a essas necessidades.

Com o mapa de empatia pronto, ficará mais fácil estruturar as personas da sua empresa, ou seja, o perfil de cliente que você atende e suas principais dores, angústias e expectativas. A estruturação de personas te ajuda a identificar a melhor linguagem, os canais mais apropriados e as melhores formas de criar uma conexão com seu público.

Gostou das dicas? No vídeo abaixo, eu falo com mais detalhes sobre cada uma delas e ainda deixo uma última como bônus, o Círculo Dourado. Aperte o play e aproveite para assinar meu canal e receber, em primeira mão, o conteúdo que preparo com muita dedicação!

Ah, e se você quiser aprender a elaborar um diagnóstico completo, utilizando essas ferramentas e outras, entre em contato comigo. Posso preparar um treinamento especial para você! Um abraço e até o próximo artigo!

 

CATEGORIA: Dicas para empresas
© Rute Faria 2017